Vereador Luz critica Prefeitura por trato com trabalhadores demitidos antes do prazo previsto no processo seletivo da EMURB

por Victor Augusto Farias publicado 04/12/2019 15h16, última modificação 04/12/2019 15h16

O vereador João Marcos Luz (MDB) usou a tribuna da Câmara Municipal nesta quarta-feira, 04 de dezembro, para criticar o trato da Prefeitura de Rio Branco com os trabalhadores demitidos da EMURB que estavam exercendo suas funções após aprovação no processo seletivo simplificado N° 001/2019/EMURB, de 28 de janeiro de 2019, válido por um ano de acordo com o edital da Gestão Municipal. O emedebista ainda afirmou que a Operação Inverno, anunciada pela prefeita, é mais uma propaganda enganosa, assim como ocorreu com a Operação Verão.

"Recebi ontem trabalhadores que a EMURB acabou de demitir. Muitas pessoas que estão em situação de desemprego acabam aceitando as coisas. Estes trabalhadores assinaram um contrato de sete meses, e sequer puderam levar cópia do contrato. Somente uma pessoa conseguiu. Como a Prefeitura oferece um contrato de sete meses se no edital diz que valia por um ano? Os trabalhadores foram surpreendidos com a demissão em plena atividade de suas funções. Fizeram estes trabalhadores assinarem sem ter o tempo necessário para ler que era por sete meses e não um ano como claro no edital. Independente de lei, eles foram demitidos. A gestão da Prefeitura é péssima com os serviços prestados e no trato com os trabalhadores", ressaltou.

Luz destacou que a decisão da prefeita Socorro Neri atingiu mais de cem pais de família. O vereador ainda frisou que a Operação Inverno comprova que a Prefeitura é contraditória em suas decisões.

"A Emurb e a Prefeitura podem ter suas razões para as demissões, até porque esta gestão tem justificativa para tudo. Todavia, são mais de cem pais de famílias que ficaram desempregados. Quero ser solidário a estes trabalhadores. Agora a Prefeitura vai fazer outro concurso provisório. Digo aos trabalhadores demitidos que procurem a Justiça, busquem o direito de vocês. Também irei acionar o Ministério Público para que tome as medidas cabíveis. A Prefeitura está anunciado a Operação Inverno, o que é uma grande contradição. Ano passado, a prefeita disse que trabalhar no inverno é jogar dinheiro fora. Esperamos o verão para cobrar novamente as ações. Chegou a Operação Verão e vimos que foi um fracasso, sequer atingiu 100% dos corredores de ônibus, imagina dentro dos bairros. Rio Branco sabe que na Operação Verão não tinham 33 equipes, não tinham equipamentos necessários e insumos suficientes. É por isso que terminou como terminou. Não temos o que comemorar. Mais uma vez faz propaganda enganosa. Estou esgotado da gestão municipal", concluiu João Marcos Luz.

error while rendering plone.comments