Vereador Juruna pede celeridade nos atendimentos à população na OCA

por Victor Augusto Farias publicado 26/02/2019 15h04, última modificação 26/02/2019 15h04

O vereador José Carlos, o Juruna, falou na sessão de ontem, 26, na Câmara Municipal, sobre a demora em determinados atendimentos na Central de Serviço Público – OCA. Segundo o parlamentar, os setores que fornecem a Carteira de Identidade e de Trabalho são os mais criticados pela população.

“Isso já foi tema de debate aqui nessa casa, mas pelo visto não teve resolução. As reclamações em torno dos atendimentos nos serviços de identificação e Carteira de Trabalho continuam sendo um entrave na Oca. Na semana passada teve um cidadão que me disse que chegou às 7h da manhã e só foi atendido as 15h da tarde. Um absurdo isso”, disse.

Juruna sugeriu que fosse feita uma redistribuição dos funcionários da OCA. “Existem setores que precisam de mais funcionários devido à alta procura. O ideal seria que se fizesse uma redistribuição desses profissionais. Talvez assim o atendimento tivesse mais agilidade. O que não pode mais acontecer é a população passar um dia inteiro na fila. Isso é uma falta de respeito com o ser humano”.

O parlamentar falou ainda sobre o tumulto que ocorre na OCA no início do ano letivo. “Todos os anos no período em que se iniciam as aulas, o atendimento ali fica ainda mais precário. Muito aluno buscando acesso a Carteira de Passe Escolar”, falou ao sugeri que a prefeitura, em conjunto com o Sindcol e as escolas elaborem uma estratégia evitar grandes transtornos nesse período.

“Prefeitura, Sindcol e as escolas deveriam traçar estratégias para evitar esses tumultos. Eles deveriam fazer um cronograma. Quem já está matriculado deveria buscar o serviço antes de o ano escolar começar, isso evitaria grandes filas”.

Por fim, o vereador criticou a decisão da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito em fechar a Rádio Flora, que fica no Terminal Urbano.

“O superintendente tem que conversar com a população que utiliza o Terminal. O que não pode é ele simplesmente fechar um local que tem uma grande utilidade pública. Uma rádio que funciona há 23 anos. Isso está errado. Sugiro que esse senhor abra um canal de conversação com a população. Ninguém está satisfeito com essa determinação”, finalizou.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.