Vereador Emerson Jarude destaca o aumento do índice de violência na Capital

por Lucivania Marques publicado 24/02/2022 14h23, última modificação 24/02/2022 14h23

Na sessão desta quinta-feira (24), o vereador Emerson Jarude (MDB), tratou a respeito do aumento do índice de violência na capital e cobrou do poder executivo um planejamento de combate à criminalidade para reforçar a segurança, garantindo mais profissionais nas ruas, e que também garanta que eles tenham uma estrutura de trabalho adequado.

‘’O Acre está vivendo situações que a gente não consegue nem imaginar, torturas, homicídios todos os dias lojas sendo invadidas, sendo saqueada, pessoas sendo assaltadas em plena luz do dia é nós não temos nenhuma fala firme por parte do poder público estadual, a situação precisa urgentemente ser priorizada’’, disse o vereador.

Em outra pauta, o parlamentar lamentou a notícia veiculada pela imprensa local em Rio Branco, onde a empresária acreana, Jamila Roysal, que denunciou o ato da escola particular, que se negou a realizar a matricula de seu filho por ser portador do Trantorno do espectro Autista (TEA)

‘’Isso nós trás uma revolta muito grande, porque é inadmissível que em pleno 2022 nós tenhamos escolas ainda fechando as portas para aquelas pessoas que mais precisam que consequentemente não tem seu atendimento a altura, então fica aqui o meu repúdio a toda as instituições que agem dessa forma e que me entristece muito de ver os autistas ser tratado da maneira que eles merecem’’, lamentou o vereador.

Ao final, pontuou a visita realizada na ASSEMURB para dar apoio aos funcionários da EMURB, segundo o parlamentar, há muitos anos estariam sem o rejuste de seus salários, ressaltou a necessidade de manter esses funcionários motivados e que haja a devida valorização desses profissionais.

‘’É importante a prefeitura se atentar a isto e começar a estabelecer um plano para resolver essas questões a nível de todos funcionários do nosso município ‘’, concluiu.