Vereador Dankar cobra fiscalização mais severa nas obras do programa de Ramais

por Victor Augusto Farias publicado 08/08/2019 19h00, última modificação 08/08/2019 22h48

“A prefeitura precisa realizar uma fiscalização mais rigorosa nas ações que estão sendo desenvolvidas nos ramais para evitar problemas futuros”. A fala é do vereador Mamed Dankar (PT), durante pronunciamento na sessão de quinta-feira, 8, ao comentar sobre as obras de revitalização nos ramais da Capital.

De acordo com o parlamentar, moradores do Ramal Pirangui Santa Clara o procuraram para relatar que uma equipe da Emurb havia passado pelo ramal, porém, não haviam efetuado a obra. Disse ainda que esse mesmo grupo, uma semana antes da equipe chegar ao local, haviam pago outra equipe para fazer cerca de cinco quilômetros de ramal. Os moradores acreditam que a obra não foi realizada por esse motivo.

“Na sexta-feira passada fui procurado por moradores da Zona Rural. Eles me relataram que pagaram cerca de seis mil reais para que uma equipe fizesse cinco quilômetros de ramal. Não sabiam da programação da prefeitura. Uma semana depois a equipe da Emurb chegou ao local. De acordo com esses moradores, a equipe ficou dois dias lá com todo o equipamento parado”, disse o vereador ao questionar a fiscalização da obra por parte da prefeitura.

 “O que me pergunto é se a prefeitura não anda fiscalizando essas obras. É preciso uma fiscalização acirrada a fim de evitar problemas futuros. Cheguei a ligar para o secretário da Emurb, Marcos Antônio, mas não me atendeu e nem retornou a ligação. Ia perguntar a ele o que estava sendo feito naquele ramal”.

Dankar frisa que já tem dois meses que o programa começou e pouco avançou. “Já tem tanto tempo que as obras iniciaram, mas pouco foi feito. Nesse mesmo ramal, mas em outro trecho, havia uma ponte velha. Eles retiraram os restos da ponte e jogaram barro por cima sem ao menos colocar um bueiro. Isso será um grande problema no futuro. Vai estourar e os moradores ficarão impedidos de sair. O que estão fazendo ali é uma porcaria de serviço”, relatou. E acrescentou: “O encarregado da obra ainda diz que está sendo feito um serviço de qualidade. Parece até brincadeira”.

Por fim, o vereador frisou que estará apresentando um requerimento a mesa diretora a fim de que a Seinfra informe quanto está sendo pago por quilômetro de ramal. “Quero que a Secretaria diga quanto a prefeitura está pagando por quilômetro de ramal ou quanto estás Sendo gasto pela Emurb”.

error while rendering plone.comments