Roberto Duarte avalia como positivo os primeiros seis meses de mandato

por julianaqueiroz — publicado 25/07/2017 12h25, última modificação 25/07/2017 12h42

O vereador Roberto Duarte (PMDB) esteve fazendo uma avaliação dos seis primeiros meses do seu mandato. Eleito ano passado com 3.984 votos, o vereador disse que tem trabalhado pela cidade de Rio Branco. Nesse período apresentou 05 Projetos de Lei, que ainda estão tramitando na casa Legislativa; 14 Requerimentos, 108 Ofícios e 2.183 Indicações.

O vereador comentou que diversas indicações de sua autoria já foram atendidas pelo poder público, "Estamos muito felizes com o resultado do primeiro semestre, tivemos respostas positivas quanto à nossa indicações, podemos destacar a instalação de iluminação pública na Estrada do Barro Vermelho, na Amadeo Barbosa e Estrada do Calafate,  a reconstrução da ponte que liga os bairros Areal e Belo Jardim; a retirada de entulhos e tapa buracos em diversos bairros", disse

Segundo Roberto Duarte, a galeria de esgoto que foi iniciada na Rua Carlos Santos, Bairro João Eduardo II está sendo concluída após denúncia na tribuna da Câmara.

“Nesses primeiros seis meses de mandato propomos indicações de melhorias para nossa cidade, projetos de lei e emendas a projetos de lei, moções (pesar, aplausos, congratulações), ofícios, convocações e requerimentos. Utilizamos a tribuna da Câmara Municipal em todas as oportunidades que estávamos naquela casa, usando sempre o pequeno expediente, o grande expediente e explicações pessoais quando possível e necessário”, disse Roberto Duarte.

O peemedebista comenta ainda que participou de votações polêmicas, mas sempre se posicionando a favor da população e com a consciência livre, relata também que o início da legislatura foi marcado por várias matérias polêmicas, tais como: O aumento da passagem de ônibus e a Subvenção Econômica.

O parlamentar afirmou que a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) não previa subvenção econômica, mas tão somente subvenção social, e pediu adiamento da votação para que fosse acrescentada na LDO, sendo rejeitado pelo plenário.

"Sempre me posicionei em prol da população, assim votei contra o aumento de cargos comissionados e aumento de secretarias, além de votar contrário ao relatório que isenta as empresas do transporte público municipal e o prefeito, tanto na Comissão Parlamentar de Inquérito quanto no plenário da Câmara, votei também contra o empréstimo de mais de 100 milhões na última sessão antes do recesso", encerrou.


Assessoria

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.