Projeto de Jarude que prevê contas em braille é aprovado e segue para sanção da Prefeita

por Victor Augusto Farias publicado 22/08/2019 20h21, última modificação 22/08/2019 20h21

Quase dois anos após ter sido apresentado pela primeira vez e rejeitado pela maioria dos vereadores, o projeto do vereador Emerson Jarude (sem partido) que prevê a impressão de contas e carnês do Município em braille foi aprovado por unanimidade. A votação ocorreu na manhã desta quinta-feira, dia 22, na Câmara Municipal de Rio Branco (CMRB).

O projeto foi aprovado em redação final sofrendo duas alterações da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), uma de nomenclatura, adequando a atual “pessoas com deficiência visual”, e estendendo o prazo do Executivo para se adequar a mudança, como conta o presidente da CCJ o vereador Rodrigo Forneck (PT).

“Entendemos que 60 dias é um prazo curto para que a Gestão se adapte, tendo em vista que a produção do material em braille requer um equipamento. Decidimos pela aprovação concedendo a Prefeitura um prazo de 120 dias para adequação.”, explica. 

Autor do projeto, o vereador Emerson Jarude comemorou aprovação agradecendo os votos favoráveis e salientando que a inciativa irá contribuir para autonomia das pessoas com deficiência visual.

“Persistimos por saber da importância desse projeto para a autonomia das pessoas com deficiência. Esse foi o único projeto de minha autoria que foi rejeitado, e torcíamos muito para que pudéssemos modificar essa história”, afirma.

 

Assessoria

error while rendering plone.comments