Vereadora Elzinha Mendonça defende participação das mulheres na política

por julianaqueiroz — publicado 17/07/2018 01h35, última modificação 17/07/2018 01h35

Durante encontro com mulheres, realizado no Tancredo Neves, na última semana, a vereadora Elzinha Mendonça (PDT) defendeu a importância da atuação da mulheres na política. Ela acredita que essa participação vai muito além de direito à igualdade, mas de sensibilidade e melhor administração de conflitos que podem ajudar a melhorar questões como a violência, por exemplo.

Na Câmara de Vereadores, Elzinha Mendonça sempre levantou a bandeira das causas femininas, e presidente da Comissão Especial dos Direitos das Mulheres, propôs sessão solene no dia internacional da Mulher, é autora do projeto de Lei que visa disseminar a divulgação da linha de denúncias conhecida como Disque 180 no combate a violência contra as mulheres de Rio Branco, entre outras ações.

“Não podemos desprezar a ideia de que precisamos avançar mais. Nós mulheres somos a maioria como população e como eleitoras, então é necessário ter o incentivo para que mais mulheres adentrem à política”, enfatiza.

A vereadora diz que enxerga ainda um certo receio dessa participação feminina no contexto político, mas como parlamentar, ela diz que não se pode perder a esperança e que as mulheres precisam se unir e incentivar uma a outra.

“Precisamos acreditar que a política é um instrumento transformador e, nós mulheres, temos uma sensibilidade maior. Somos o tempero dentro deste meio. Sentimos muito que a representatividade nossa seja muito pequena, mas com o incentivo a gente pode mudar esse quadro”, disse.

No parlamento mirim, hoje, no cenário composto por 17 vereadores, apenas duas mulheres foram eleitas, no último pleito, o que para a parlamentar é pouco, já que a população do Brasil, assim como o número de eleitores, é composto por 51% de mulheres contra 49% de homens.

Assessoria

Fotos: Luíz Moura

error while rendering plone.comments