Secretário Municipal de Saúde participa do Tribuna Popular na Câmara Municipal e diz que não descarta a criação de aplicativo para cadastrar pessoas com comorbidades

por Lucivania Marques publicado 22/04/2021 15h46, última modificação 22/04/2021 15h46

Atendendo o convite da vereadora Lene Petecão (PSD), o Secretário Municipal de Saúde, Frank Lima, participou do espaço Tribuna Popular, na sessão desta quinta-feira (22) para explicar os protocolos de cadastro e exigência de comprovação de laudos de comorbidades para pacientes receber o imunizante contra a Covid-19.

Em sua fala, o secretário explicou que esse protocolo é uma exigência do Ministério da Saúde (MS) “Precisamos realizar esse cadastro, pois temos que informar quantas vacinas irá precisar. O sistema já tem quase 20mil pessoas cadastradas. Quanto aos laudos é também uma forma de a prefeitura se resguardar acerca de futuros questionamentos, pois em caso de irregularidade a responsabilidade é do medico e do paciente.” Explicou o secretário.

Questionado sobre possíveis aglomerações nos locais de cadastro, o secretário informou que a SEMSA disponibilizou 59 Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Referência de Atendimento Primária onde a população possa efetuar o cadastro com todos os cuidados e sem aglomerações.

A vereadora Lene Petecão (PSD) agradeceu a presença do Secretário e pontuou a necessidade dessas explicações, pois a população tinha dúvidas quanto aos pontos de cadastramento e parabenizou o secretário fazendo relato de um depoimento de uma usuária do serviço público “Eu fui umas das pessoas que critiquei de como seria feito esse cadastramento e hoje estou satisfeita, pois recebi um depoimento de uma pessoa que foi realizar o cadastro na URAP da Vila Ivonete e disse que não havia filas e se sentiu contemplada, estou tranqüila” afirmou a vereadora.

Já a vereadora do PDT, Michelle Melo, não poupou críticas e disse ter recebidos inúmeras ligações de médicos, enfermeiros e ACS, relatando a preocupação e que não estão de acordo, e sugeriu que o secretário pense na possibilidade da criação do aplicativo para efetuar esse cadastramento.

Em resposta, o Secretário afirmou que irá se reunir com membros da Secretaria Municipal de Gestão Administrativa e Tecnologia na tarde desta quinta-feira, 22, para discussão da criação de um Aplicativo, porém destacou que até o anúncio de uma possível criação ou não do aplicativo, a opção será o cadastramento presencial nos postos de saúde.

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.