Juruna diz que conflito entre lei municipal e código de postura prejudicam ambulantes

por Victor Augusto Farias publicado 07/08/2019 18h30, última modificação 07/08/2019 18h30

“Estamos agendando com o secretário da Seinfra, Marcos Venício, para que possamos buscar o equilíbrio para a atividade do ambulante, conforme previsto na lei do código de postura do município”.  Foi assim que o vereador José Carlos Juruna (PHS), iniciou sua fala na tribuna na manhã de hoje, 07.

Segundo o vereador o código de conduta e a lei do município não estão caminhando juntos o que vem gerando conflito e prejuízos aos pequenos comerciantes. “A gente quer adequar, por isso, vamos buscar o melhor entendimento possível”, disse.

Juruna explicou que apesar da lei estabelecer critérios e o exercício da atividade, mesmo assim ainda se faz necessário um maior entendimento sobre a liberação do exercício da atividade do vendedor ambulante.  Ele também disse que é preciso saber qual a razão da não liberação de novas atividades.

Além disso, o vereador lembrou que centro de Rio Branco não comporta mais ambulantes, que há necessidade de abrir vagas nos bairros e que precisa ter esse entendimento junto a Seinfra. “Precisamos desse entendimento para dar uma resposta aos pais de famílias que nos procuram e procuram a prefeitura em busca de espaço”, salientou.

error while rendering plone.comments