Ismael Machado sugere alocação do subsídio das passagens de ônibus em recursos à assistência às famílias amparadas pela SASDH do Município

por Lucivania Marques publicado 15/04/2021 16h40, última modificação 15/04/2021 16h40

Após Comissão de Constituição e Justiça -CCJ vetar o PL de autoria do Executivo Municipal que destinava R$ 1,3 milhão para compra de quatro passagens por mês, durante 120 dias, aos usuários do Bolsa Família de Rio Branco, o Vereador Ismael Machado (PSDB) apresentou indicação ao Executivo sugerindo o subsídio da passagem de ônibus a municipalidade em geral, ou, alocação de recursos à assistência às famílias amparadas pela SASDH do Município.

De acordo com a indicação, o objetivo é atender os anseios da população e ainda fomentar a realidade socioeconômica, reduzindo assim os impactos econômicos originados pela COVID-19.

“Esse valor já esta lá, então estamos sugerindo ao executivo que faça a redução da tarifa de todos os usuários do transporte público por um tempo razoável de 04 (quatro) meses ou até o retorno presencial do ano letivo ou que de outro modo, faça o uso do recurso para auxiliar doando kits alimentares para as pessoas cadastradas no programa” disse o vereador.

A indicação contou com apoio dos vereadores Adailton Cruz e Raimundo Neném, ambos do (PSB), Lene Petecão (PSD), Fábio Araújo (PDT) e do Progressita, Rutênio Sá.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.