Fundape esclarece falhas do concurso

por Victor Augusto Farias publicado 22/11/2019 08h40, última modificação 22/11/2019 08h40

Por meio de requerimento da mesa diretora da Câmara de Rio Branco, a comissão organizadora e integrantes da Fundape, responsável pela elaboração e realização do concurso da educação, ocorrido no último final de semana, compareceu para esclarecer os pontos falhos do concurso.

Durante o ato, todos os vereadores sabatinaram a comissão afim de prestar contas a população e como proceder, já que o concurso foi cancelado. O que gerou problema para muitos participantes do interior.

“Precisamos esclarecer o que foi que de fato ocorreu, pois diversas pessoas se sentiram lesadas pelo ocorrido. Tivemos as inscrições do interior, onde gastaram para poder vir para a capital e tentar uma oportunidade. Queremos respostas concretas, a sociedade merece”, disse o primeiro secretário Railson Correia.

O presidente da comissão Camilo Lelis Goveira explicou que todo o processo foi realizado com a devida organização, mas que devida falha foi humana e não do processo.

“O processo não conteve qualquer irregularidade, ele foi todo realizado conforme o previsto, infelizmente a falha foi humana, ocorreu um desprepara da equipe responsável em aplicar a prova e iremos apurar, assim como treinar melhor os integrantes”, explicou Camilo.

Após diversos questionamentos e respostas, os vereadores se sentiram contemplados para poder levar as explicações a população.

“Gostaria de agradecer a comissão organizadora pelos esclarecimentos, pois é uma dever nosso também estarmos informados para tomarmos as medidas necessárias, caso precise e manter a transparência da gestão, que irá marcar nova data para o concurso”, frisou o presidente da Câmara, Antônio Morais.

Os candidatos que desejarem o ressarcimento devem procurar a Fundape.

 

Victor Augusto - ASCOM/CMRB

error while rendering plone.comments