Em Sessão Extraordinária, Câmara autoriza viagem do prefeito Tião Bocalom e Secretário de Meio Ambiente ao Reino Unido e Alemanha

por Lucivania Marques publicado 29/10/2021 20h07, última modificação 29/10/2021 20h07

A Câmara de Rio Branco aprovou por 9 votos a 2, nesta sexta-feira (29) , em sessão extraordinária, o pedido do prefeito Tião Bocalom juntamente com o Secretário de Meio Ambiente, Normando Sales, a cerca da viagem para Europa.

Conforme o OFICIO enviado à Câmara, os gestores participarão da Conferência das Nações Unidas Sobre Mudanças Climáticas, a COP-26, em Glasgow, na Escócia, mas antes farão uma parada na Alemanha, para uma visita técnica à fábrica da Mercedes Benz, na cidade de Stuttgart, na Alemanha, e cumprirão também uma agenda oficial com o Presidente do ICLEI (Governo Locais pela Sustentabilidade) e a prefeita, Katja Dörner, da cidade Bonn na Alemanha, sobre assuntos relacionados à sustentabilidade.

Os vereadores: Raimundo Castro (PSDB), Antônio Morais e Raimundo Neném, ambos do PSB, Rutênio Sá (Progressistas), Arnaldo Barros (Podemos), Francisco Piabá (DEM), Joaquim Florêncio (PDT), Hildegard Pascoal (PSL), Célio Gadelha (MDB) votaram favorável ao requerimento.

Veja o que disseram os vereadores que votaram favorável:

“O Governo vai com uma comitiva e não teve esse alarde todo. Nessa viagem, só vai o prefeito e o secretário, e eles vão em busca de tecnologia novas e experiências para o meio ambiente.”, afirmou Antônio Morais (PSB).

“Fico orgulhoso quando o prefeito bota a cara num desafio desse, os grandes líderes estarão nesse evento, então acho que o prefeito e o secretário estão corretíssimos em participar, tem que ir sim, bato palmas de pé para o prefeito. Eu quero uma Rio Branco melhor e para isso acontecer ele tem que ir buscar onde está o melhor. Deixa o “homi” trabalhar”, disse Raimundo Castro (PSDB).

“Me causa muita estranheza, respeito a opinião dos outros vereadores que são contrários a isso, mas eu não abro mão das viagens que eu tenho para buscar conhecimentos,  então eu sou totalmente favorável ,e outra , se for pra bater vamos bater no deputado estadual, o deputado federal, senador, no judiciário que é onde estão as maiores diárias, pra bater aqui que é pequeno e fácil em nível municipal porque que não bate no geral?”, indagou Hildegard Pascoal (PSL)

Já Emerson Jarude (MDB) e Michelle Melo (PDT) foram contra a viagem do gestor e em suas falas, fizeram duras críticas.

“Nós estamos numa sessão extraordinária e nós não vemos sessões extraordinária para resolver problemas urgentes da população, é indignante, não estou de acordo em mover a máquina pública e ter uma sessão extraordinária para autorizar a viagem do prefeito que não cuida das coisas básicas da cidade para ir à Europa, isso é brincar com os vereadores e com o povo”, disse Michelle Melo.

“A pergunta que eu faço é: qual é o benefício dessa viagem? Que será custeada pela população mais pobre. É de suma importância que essa Câmara rejeite essa viagem. Uma agenda de trabalho sem sentido para quem não consegue fazer o básico na gestão”, afirmou Emerson Jarude.

O presidente da casa, vereador N.lima (Progressistas)  finalizou a sessão fazendo a leitura de trechos do Regimento Interno da Casa Legislativa que trata sobre a convocação de sessões extraordinárias.

“Eu só fiz cumprir com a Lei, a Câmara Municipal de Rio Branco não é puxadinho de prefeito, de governador de quem quer que seja,  eu estou aqui  cumprindo a Lei, o prefeito pediu eu nós estamos cumprindo quem dá isso, a autorização, é o plenário, o plenário é soberano’’,  disse o presidente.

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.