Elzinha Mendonça alerta para o aumento da violência contra mulher

por Victor Augusto Farias publicado 12/09/2019 12h55, última modificação 12/09/2019 12h55

A vereadora e membro da Comissão Especial de Defesa dos Direitos das Mulheres, da Câmara Municipal de Rio Branco, Elzinha Mendonça, em sua fala na tribuna da casa na sessão desta quarta-feira, 11, alertou para o crescimento alarmante dos números de violência contra mulher e o feminicidio.

“A maioria dos casos de violência contra mulher, entre eles o abuso sexual, estão acontecendo em sua dentro de casa. Estamos vivendo um mundo cão, nossas crianças não têm segurança nem dentro dos lares e por isso trago a essa casa minha preocupação e nós como agentes públicos precisamos buscar soluções”, frisou.

O Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinam), do Ministério da Saúde divulgou no inicio da semana novos dados sobre a violência contra mulher.

Somente em 2018 foram registrados 145 mil casos de violência sexual, psicológica, física e de outros tipos. A violência sexual aumentou em 53%, e nesse tipo de agressão, 7 em cada 10 vítimas são crianças e adolescentes. Em relação à violência física mais de 50% das vítimas são mulheres entre 20 e 39 anos. Nos dois cenários e em quase todos os casos o agressor é alguém próximo, além disso, 70% das agressões acontecem dentro de casa.

No Acre, ainda no inicio do ano mais de 750 mulheres estavam sob medida protetiva e cerca de 320 inquéritos de violência doméstica foram instaurados, de acordo com dados da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM).

"Já faço parte da Comissão Especial de Defesa dos Direitos das Mulheres da Câmara Municipal, tenho me reunido com mulheres de diversas áreas, como do Ministério Público, do Tribunal de Justiça, da DEAM e outras, e juntamente com minha equipe estamos elaborando um projeto voltado para proteção das nossas crianças e adolescentes do sexo feminino, precisamos buscar formas de proteção para as mulheres, estamos sendo exterminadas e não ficarei inerte frente à tão grave problema”, destacou.

 

assessoria da parlamentar

error while rendering plone.comments