Câmara discute fim do ensino religioso na rede pública

por julianaqueiroz — publicado 25/05/2017 20h35, última modificação 25/05/2017 20h35

A Câmara Municipal de Rio Branco, irá promover uma audiência pública, nesta sexta-feira (26), para discutir a manutenção do ensino religioso na rede pública. A ação ocorre a partir das 9h.

 

Em Rio Branco, o Instituto Ecumênico Fé e Política (IEFP) demandou aos vereadores Rodrigo Forneck, líder da bancada do Partido dos Trabalhadores (PT), e Eduardo Farias, líder do prefeito, a missão de incluir a comunidade no debate da pauta.

 

“Sou a favor de um ensino religioso que não seja tendencioso, que não tome partido e que, de fato, seja ecumênico, respeitando a laicidade do Estado e as diversas expressões de fé dos brasileiros”, destaca Forneck.

 

A disciplina está fora da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) defendida pelo governo do presidente Michel Temer, cuja proposta deve ser apresentada para votação no Conselho Nacional de Educação (CNE), em novembro.

 

A audiência deve reunir representantes de diversos credos, como católicos, evangélicos, protestantes, umbandistas, candomblecistas, espíritas e daimistas, além da Secretaria Municipal de Educação (Seme).

 

Assessoria 

error while rendering plone.comments