Audiência Pública debate a criação do Projeto de Lei para implementação da capoeira como ensino nas escolas de Rio Branco

por Lucivania Marques publicado 03/12/2021 15h50, última modificação 06/12/2021 11h44

A Câmara de Rio Branco realizou nesta sexta-feira (03), Audiência Pública para apresentação do plano de Salvaguarda da Capoeira e a proposição de um Projeto de Lei municipal para que a capoeira seja implementado como ensino nas escolas da rede municipal.

A Antropóloga Do Instituto Do Patrimônio Histórico E Artístico Nacional - IPHAN- Srª. Thaisa Lumie Yamauie, relatou sobre o conjunto de medidas a promoção e a preservação dos patrimônios para futuras gerações e explanou sobre o plano de salvaguarda.

‘’O plano de salvaguarda do Acre foi feito em 2019, o trabalho foi realizado com todos os detentores e ele é um documento que vai orientar as políticas de salvaguarda para o estado do Acre e para os municípios do Acre, assim foi orientado ações de curto, médio e longo prazo (..) ,com objetivo de valorizar os saberes e as praticas da capoeira, dos capoeiristas e garantir a ampla divulgação da roda de capoeira’’,  explicou Sra. Thaisa

O representante da Confederação Acreana De Capoeira - Sr. Janosson Da Silva Carvalho, disse que capoeira como esporte de identidade internacional, conhecido desde de 2014 como patrimônio histórico pela Organização das Nações Unidas – UNESCO e destacou a importância do ensino da capoeira na vida das crianças e adolescentes com objetivo de a fortalecer a educação, bem-estar e a cultura da população, também pontuou a necessidade das políticas públicas serem efetivas no esporte e sugeriu a criação de concursos público.

Srª. Nabiha Bestene Koury - Secretária Municipal De Educação De Rio Branco, reconheceu a importância das atividades nas escolas, porém orientou aos parlamentares a criação de um anteprojeto para que seja enviado ao Executivo e para a Secretaria Municipal de Educação para que eles possa ser avaliado

“Eu sugiro que seja feito de maneira trabalhada com a transversalidade porque nos já temos os professores de educação física’’, disse Sra. Nabiha.

O autor do requerimento, o vereador Fábio Araújo (PDT), agradeceu a participação de todos na audiência, parabenizou aos professores e representantes da capoeira pelo serviço prestado em prol da educação das crianças e adolescente e informou que irá apresentar ao Executivo o Projeto de Lei para implementação da capoeira como ensino nas escolas de Rio Branco.

‘’Esse Projeto é uma questão de inclusão, e nós vamos lutar por ele, e tenho certeza que terá o apoio dos 17 vereadores, é uma proposição que vai beneficiar a população , a cultura, a pratica do esporte e a nossa juventude que está ai a mercê”, concluiu.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.