Artêmio Costa sugere a implementação do Plano de Logística Sustentável na Câmara de Rio Branco

por Victor Augusto Farias publicado 04/09/2019 18h50, última modificação 04/09/2019 18h50

O vereador Artêmio Costa (PSB) sugeriu a mesa diretora da Câmara de Rio Branco que implemente na Casa Legislativa o Plano de Logística Sustentável, mais conhecido como programa ‘Câmara Verde’.

De acordo com o parlamentar, “o PLS é uma ferramenta de planejamento que possibilitará estabelecer práticas de sustentabilidade e de racionalização dos gastos institucionais e dos processos administrativos, caracterizando uma agenda estruturante para uma atuação socioambientalmente correta”.

E acrescentou: “Nosso objetivo ao sugerir a implementação do PLS na Câmara de Rio Branco é buscar o aperfeiçoamento da qualidade do gasto público, bem como a construção de uma matriz de ações que norteiem a implantação de práticas de sustentabilidade. Além de mitigar o impacto ambiental causado pelas atividades nesta Casa; utilizar o poder de compra da Câmara junto ao mercado para contribuir com toda a Administração Pública no fomento de práticas e processos mais sustentáveis; melhorar a qualidade de vida de nossos servidores; e, principalmente, promover a Educação Ambiental”.

Na oportunidade, a procuradora da Câmara, Evelyn Andrade, relatou a participação em uma oficina no município de Sena Madureira, onde tratou onde sobre o tema em questão. O objetivo principal do encontro foi para orientar as Câmaras Municipais acerca da elaboração de planos de gestão nas áreas de sustentabilidade.

“Gastar com mais eficiência os recursos públicos é um dos pilares de uma gestão sustentável, que não se restringe à questão ambiental. E o PLS é a ferramenta ideal para executar essa ideia, pois trata-se de um documento que ajuda os gestores públicos a adequarem os atos administrativos a demandas socioambientais com um conjunto de ferramentas de planejamento que promovem práticas de sustentabilidade e racionalização de gastos e processos”.

A procuradora exemplificou algumas ações já adotadas em algumas Câmaras Municipais de fora do Estado. “Redução de unidades de impressora; número de cópias impressas, adesão de filtros industriais, troca de equipamentos elétricos e a instalação de medidores de energia em locais específicos. Redução do consumo de copos plásticos. Medidas como substituição de torneiras com válvulas por automáticas, a troca de 460 vasos sanitários por caixas acopladas e a substituição do uso de água mineral pelo uso de água de filtros industriais tratada, também foram executadas. Todas essas ações fazem parte do PLS e contribuem para a gestão sustentável através de projetos ambientalmente adequados, socialmente justos e economicamente viáveis”.

Ao final, o vereador Artêmio Costa reforça que o PLS “contribui para a promoção da gestão sustentável, promovendo projetos ambientalmente adequados, socialmente justos e economicamente viáveis. Vamos servir de exemplos para as demais Câmaras do Acre e de outros Estados também”.

error while rendering plone.comments