“Assuma sua prefeitura e priorize o que tem que ser feito” diz Michelle em defesa dos profissionais da saúde

por Lucivania Marques publicado 11/11/2021 22h33, última modificação 11/11/2021 22h33

A vereadora Michelle Melo (PDT) usou a Tribuna da Câmara de Vereadores nesta quinta-feira, 11, para criticar a condução do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, em relação à greve da saúde deflagrada por profissionais da rede de atenção básica.

“Prefeito, assuma sua prefeitura e priorize o que tem que ser feito, os eleitores não irão sair para votar em pessoas que não priorizam o básico. A gestão recebeu os documentos da saúde em julho e a resposta que se teve quando os sindicatos pediam reunião com a gestão era: ‘que reunião?’, esse é o respeito que os servidores estão tendo da gestão", lamentou a vereadora

Na sua fala, a parlamentar afirmou que os médicos estão sendo alvos de assédio moral por parte da prefeitura e ironizou o aumento de verba para a Casa Civil de 2022, que saiu de R$ 5,2 milhões para R$ 10,2 milhões.

"Na LOA, o valor da Casa Civil dobrou  de R$ 5 milhões para R$ 10 milhões, mas vocês viram esse aumento para as outras categorias? O que a Casa Civil faz pelo povo?. Hoje, estamos vendo denúncias de assédio moral com os trabalhadores da saúde que estão fazendo a greve que é um direito constitucional”, afirmou.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.